João Gilberto: o mito

  Um crítico, que eu sempre lia, insistia na superioridade de João Gilberto em relação a vários cantores da história. Era por volta dos anos 1990. O CD ainda era, então, uma novidade. Sairia, por essa época, uma coletânea — foi a era das coletâneas -, com mais de 30 músicas, do cantor. O título,... Continuar Lendo →

Post Destacado

A Belém “pulp”, de Edyr Augusto

Edyr Augusto é hoje um dos nomes mais proeminentes da literatura contemporânea brasileira. Seus livros, editados a partir da década de 1990, pouco a pouco foram ganhando destaque da crítica e, já se pode dizer, do público leitor. Algumas de suas obras foram traduzidas para o inglês e francês. Desde então, o escritor paraense tornou-se um dos principais artistas que representam a complexa contemporaneidade da urbanidade amazônica, especialmente da capital paraense.

Post Destacado

Paes Loureiro, patrono da Feira literária do Pará

  João de Jesus Paes Loureiro é o patrono da Feira Literária do Pará deste ano, que começa no sábado, 20 de outubro. É uma homenagem muito merecida para um dos maiores expoentes da literatura da Amazônia e do país. Influenciado pela leitura em casa, na cidade de Abaetetuba, cedo o escritor se encantaria com... Continuar Lendo →

Post Destacado

Você já atualizou sua história hoje?

Uma das coisas que nos empurram para a imediatez de nossa vida ciberespacial contemporânea é a necessidade imperiosa de nossa atualização da vida em bytes. É preciso contar nossa história permanentemente; agora ela pode ser feita de todos os tipos de fatos. Um sorvete, torna-se um obelisco; uma planta, jardins suspensos. A timeline comporta de... Continuar Lendo →

Post Destacado

Pssica e a Amazônia de Edyr Augusto

Uma coluna da Folha de São Paulo noticiou que o livro do paraense Edyr Augusto, Pssica (2015), virará filme, produzido pela O2 Filmes, de Fernando Meirelles.  A realização ocorrerá em Belém, em 2018. É uma grande notícia que traz, finalmente, para a “literatura da Amazônia” (a expressão é de Benedito Nunes) e brasileira, uma nova... Continuar Lendo →

Post Destacado

Você pertence a um não lugar

Em uma viagem de trem, passa-se pelo vilarejo europeu e dele sente-se mais o que dele já se imaginava, do que o “significado” do lugar. Em um restaurante, a parede simula uma vista noturna de Nova Iorque. Nas imediações de sua cidade, algum lugar, ou a imagem que dele se faz (talvez uma ilha com... Continuar Lendo →

Post Destacado

A imagem sem fim da contemporaneidade

  O panorama era um aparato no qual as pessoas olhavam, através de orifícios, imagens que eram projetadas em uma rotunda. Surgiu no final do Século 18 e, após seu advento, vários outros equipamentos se seguiram que tinham por função “iludir” os olhos (trompe-l’oeil) e exibir a fantasia das imagens. Na técnica do panorama, as... Continuar Lendo →

Post Destacado

O relógio, de Tarantino

“O sucesso fenomenal do filme Pulp fiction, de Quentin Tarantino, lançado em 1994, gerou toda uma nova onda de interesse pela ficção policial barra-pesada. O filme, que se passa entre bandidos de Los Angeles, mostra violentas desventuras de dois pistoleiros (John Travolta e Sam Jackson) num trio de episódios que facilmente poderiam ter sido tirados... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: